É curioso ler sobre a blogsfera, em especial dois pólos: num, os blogs e blogueiros pop´s comentando das mais ilustradas formas, a saudade da audiência: “onde estão? Tuitam e não escrevem mais? Acabou a onda? A blogsfera, blogosfera, nhenhésfera morreu?” entre outras que denunciam a saudade dos números: de visitas, de comentários, de status, de mimis, (do dinheiro, dos elogios vazios e inflares de ego, uma vez que blog é só um nome formal para  site_quasepessoal_deassuntoespecifico_monetizado, a turma que escreve um negócio como esse daqui, do qual eu participei mantendo três tópicos – Saia do muro, Relevancia VS. SEO, e Não-pedancia – q foram “relativamente deixados de lado”… vê como rolou a discussão).

Oi, eu sou um site de comédia, mas pode me chamar de blog mesmo.

Na outra ponta, uma galera que escreve pelo motivo essencial do blog [e da sua “infinita” existência]: o prazer de escrever. Sem pressão de períodos ou volume de postagens, sem fórmulas prontas / batidas de assuntos para usar, temas para comentar, clichês / memes para espalhar (no máximo uma inocente postagem coletiva sobre algo que a gente quer que mude mas não tira a bunda da cadeira nem os dedos do teclado para fazê-lo de fato), sem media kit. Sou desse time, com orgulho.

Já imaginava, mas a força dos hábitos profissionais não me deixam esquecer: jamais abraçaremos o mundo. Tem gente que precisa de um top blogs [ou algum prêmio similar] pra se sentir importante, que não interpreta o que se escreve e comenta qualquer besteira, que não faz mais nada a não ser divulgar o próprio blog, que morre se o post não chegar a 60 comentários e dois para três dígitos de retuites, dá chilique se o analytics interno ou externo dá pau; tudo bem, cada um com seu jeito de viver e/ou fugir das demais coisas disso… mas acredito que ainda vale mais mudar / dar algo a mais na vida de uma pessoa seja por que você escreveu um texto que vai mexer além do noticiário, ou tirar vinte minutos para ler, interpretar e comentar sobre todos os posts que estavam pendentes demonstrando que o autor e suas ideias são importantes para ti, que apenas ser mais um braço de mídia, com valor mas sem sentido. Você esquece que as pessoas são egoístas, Tony. Acorda, menino! Muita gente só tem blog para que os outros venham e lhe dêem algo, e não para oferecer algo para os outros com ele, oras!

Quem tenta e acha que abraça o mundo não dá aconchego à ninguém; só suga, e muitas vezes é pouco, criando este circulo narcisista. Já quem realmente troca ideias, ta correndo o sério risco de dar abraços, uns mais gostosos do que os outros. O resto é o resto!

|| sem música!

5 thoughts on “Sobre blogar.

  1. sabe que esses dias tive uma “discussão” sobre isso com o digníssimo. ele dizia que todos os comentários em blogs são pra exaltar a pessoa. achei estranho e conversa vai, conversa vem, entendi o que ele queria dizer: que as pessoas comentam por comentar, só pra ganhar visita de volta e talz. realmente, concordo com ele, nesse sentido. a blogosfera tá tão farta desse tipo de interesse já, que até perde a graça retribuir visita a novos blogueiros que aparecem vez ou outra. mas, é isso aí. a gente vai se contentando com os bons e velhos leitores de sempre, que se importam em ler, de verdade, e ainda fazem comentários deliciosos que alegram qualquer dia (to falando de você, é claro!).

    beeijos!

  2. A própria blogosfera deu tiro no pé quando alimentou certo tipo de blogueiro que se dá como lider, se mete na grosseria, quer controlar os textos e , pior, os comentários, até os alheios.Eu cansei, hoje só comento em blogs do tipo do seu, que escreve o que pensa porque pensa. Os propagandas de si mesmo estão prontos a atacar porque não pensam sobre nada mas apenas no seu umbigo.Quando me lembro que uma blogueira liderou um movimento contra mim ( até por email) e minha forma de pensar mal posso crer! Que absurdo!

  3. Muita pretensão um grupo de blogueiros criarem regras sem que haja aval para isso. Ficou parecendo aqueles clubinhos que muitos tíveram na infância… Quando a blogosfera brazuca vai amadurecer? Tenho muita “preguiça” desse povo!
    Boa semana! Beijus,

  4. Ultimamente vejo mais aqueles blogueiros que querem ser o dono da verdade e não aceitam opiniões contrárias. Ontem até comparei a blogosfera antiga com essa, sobre os comentários. Antigamente o povo comentava porque gostava de fato de um blog. Hoje é só com o interesse de ver a visita retribuída. É bem triste essa situação. :l
    Eu sempre gostei de blogar. E quando sinto que não estou sendo útil em meu blog, desanimo ou páro. Dá um pouco de tristeza, sei lá.
    Beeijos!

  5. Awn, brigada! Mas já ajeitei lá. É que hoje mais cedo tava dando problema em dois navegadores: Firefox e Internet Explorer. Então eu tive que reinstalar o wordpress todo. Um saco :/ Mas já tá tudo bem de novo. E brigada pela intenção :)

    Quanto aos blogs, eu escrevo mais pra mim nos posts do que tudo. Tipo, quando vem aquela dúvida do que fazer ou o que usar, eu curto muito registrar tudo isso pra mim. E se puder ajudar alguém, melhor ainda :D
    Só que ultimamente tenho viciado mais em design do que nos próprios posts. Loucura.

    Beeijo :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *