Vou utilizar um recorte especifico de público para uma generalização absolutamente pontual, norteada apenas por onde meu nano cosmo alcança: Falar espontânea e deliberadamente é uma das marcas mais “universais” do brasileiro. Gostamos de nos descrever e ser descritos como uma nação alegre, feliz, de fácil acesso e de alta capacidade de conversar sobre qualquer assunto. Concordo até a última frase. E o aplicativo secret também fala por mim.

Esse prazer em falar, no fim das contas, é positivo ou sadismo? É natural e muito humano, ou estamos perdendo a linha, pelo simples fato de que um suposto anonimato nos dá carta branca pra qualquer tipo de pronunciamento, ou de tentativa de atrapalhar a vida alheia? Ou é apenas um leve distúrbio que ganhou margem graças as novas tecnologias?

A justiça entendeu que a linha fora ultrapassada. Eu entendo como um pequeno desvio de caráter que está enraizado em nossa cultura e que é praticado desde que dada a oportunidade. E não que manter o aplicativo não seja a coisa mais difícil do mundo, pelo contrario: quem é movido pela curiosidade no melhor estilo “só vou ver mais este capitulo da novela” sabe o que bater no google e como instalar o app.

Para uma geração mimada, me parece que é só mais um capitulo das novas regras de comportamento. Ou apenas uma extensão da tênue linha entre desrespeito e zueira: o que importa é que ela nunca pode ter fim.

e você, o que pensa a respeito? Fonte destas imagens: http://osmelhoressecrets.tumblr.com/

[] Sade Playlist Mix by JaBig

Siga por aqui:

One thought on “Quando somos muito comunicativos…

  1. Oi, Tony!
    Não sei qual a função… Um mural de desabafo? Prefiro fazer isso no espelho… Mas daí é saber se o que pensamos será bem aceito. Se fosse sincero, talvez! Mas tem tanto engraçadinho no mundo, que imagino que tudo que escrevem é inventado.
    Enquanto está no campo pessoal, tudo bem. Não é legal quando citam nomes ou usam a ferramenta para denegrir o outro se mantendo no anonimato. Isso é covardia!
    :)
    Beijus,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *