Faz alguns anos que esbarrei com essa pergunta, provavelmente no pinterest. E ela apareceu na minha cabeça essa semana, não como um desafio psicológico, mas como algo pra pensar, enquanto desenhava. A resposta veio fácil. Sair do emprego, abrir uma empresa, vender a minha própria marca, apresentar um posicionamento, o meu sonho materializado, isso tudo é primeira vez.

 

E eu sempre penso em mais, “quero” mais, não me contento com pouco. Até mesmo o ato de desenhar, tava longe de ser a primeira vez que fazia. Mas desafiar-me a uma vez por semana sentar e rabiscar por que “tem que postar lá”, é a primeira vez.

gif lápis

Voltando à pergunta, há um desafio implicito. Algo que tem um peso de um mantra. Bem pensadinho e conversadinho, muito do que reclamamos tem essencialmente a ver com as rotinas que estabelecemos, os comportamentos padrão que sustentamos para supostamente ter controle sobre o que vivemos. Pra fazermos de conta que não existe o simples fato de que estamos sempre à um piscar de olhos de ver tudo mudando. Abrimos mão deste medo para sentarmos no conforto das nossas frustrações.

para fazer uma coisa pela primeira vez, precisamos escolher e passar por quaisquer tipo de caminhos.

Olhando para essas duas faces, hoje, eu escolho o medo. Aprender alguma coisa nova, seja da internet ou conversando com outra pessoa, no mínimo vai te fazer sair da caixa. No máximo, vai te transformar. Tou tentando ver o que é possível perder numa situação dessas e, no momento, não consegui visualizar nada. Apenas que dá muito pra fazer o resto ser o resto, se também conseguimos nos dar ao luxo de aprender uma coisa nova todos os dias.

 

[♫] “Back to your Heart”, album da Lindsey Webster.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *