Estar clinicamente estressado era novidade pra mim até dia desses. Aí você assiste seu corpo simplesmente não se recuperar de coisas simples como uma dor de cabeça, um machucado demorar para fechar, e uma lesão muscular – habitual e normal para quem tem 15 anos de atividade esportiva frequente – simplesmente ter um aspecto de incurável sem ter necessariamente relação com a idade, o sinal muda de cor.

Adoecer é da vida, é do corpo, é da maneira como nos expomos aos nossos dias. Fiquei surpreso – um plus na frustração do estado mental – com o impacto que o estresse efetivamente causa no cotidiano. O motivo, está aqui desenhado no monotema que este espaço ganhou no semestre. É auto explicativo o fato de conduzir [exceto no aspecto financeiro] uma empresa, e ter o bem mais valioso de todos [o tempo] sendo mais consumido do que investido. Em algum lugar essa conta é paga. Tem sido no corpo. Até tenho conseguido ficar mais paciente que o de costume, por estar vendo parte do cenário como um plantio, e a outra parte como um aprendizado.

Mas é complicado ter que lidar diariamente com pessoas que estão ao seu lado, mas não querem caminhar com a mesma velocidade. Você imprimir um ritmo de conduta e de valor, e estar sempre com o tapete meio puxado por preguiça, por desatenção, por incompetência. O lado a do estresse é o estado quase constante de irritação [que administrei com silencio, e com oportunidades de passar bastante tempo sozinho], e a necessidade de repetir palavras e/ou atos que não apenas testam, mas rompem a resiliência que é necessária para ser minimamente tranquilo. Ai verbalizar, dar de dedo, chorar, ou simplesmente não falar. O lado B é ter corpo e espirito fragilizados, suscetíveis demais aos desgastes diários, tornando curas simples em estados amargos. Soma com a insônia, com noites de vários sonhos “conversados” e com dias mais difíceis do que deveriam, temos o resto com um pouco mais de dificuldade de ser apenas só o resto.

[] Eldorado FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *