Para ver

American Gods é uma série que além de ter uma narrativa fantástica (no sentido estético do termo, não o elogioso), uma fotografia impecável e atuações centrais consistentes, mostra o quanto de gente boa tá produzindo conteúdo e que tem vida fora da netflix. Já na locadora vermelha, Defensores é um arco jóia de como os heróis de NY conseguem se virar juntos. Total sessão pipoca, profundo como um pires :)… e que mostra que a marvel conseguiu uma consistência enorme em tudo que tem produzido.

Carros 3 é lindo, lindo, lindo! It-a coisa e Annabelle – a origem são terrores gostosinhos. O primeiro, suspense caprichado. O segundo, sessão pipoca. Outras sessões pipoca que me divertiram: John wick [1 e 2], baita filme de ação, velozes e furiosos 8 tem tudo pra ser uma base legal para o fechamento dessa primeira perna da série de 10 filmes. Akira é do caralho, e entendi o hype em cima dele. Ghost in the shell – a vigilante do amanhã é 10/10 em efeitos especiais, tem uma boa ideia mas poderia ter sido melhor explorada… como não vi o original, ainda, não mensuro o que melhorou ou piorou na adaptação.

 

Para ouvir

A lista “descoberta da semana”, no spotify, geralmente capricha no uso de inteligencia artificial para selecionar opções a ouvir dentro do que você já gosta. Até agora, comigo, nenhum erro absurdo… e muita coisa boa conhecida desde então. Os tribalistas fizeram um disco novo que me lembra 15 anos atrás. Se isso é bom ou ruim, aí é com o seu gosto…

 

Para ler

Minha geração tem problemas diferentes que as anteriores. O mais sensivel é o senso de mimo. Um dos melhores textos que já li sobre conversas com opiniões distintas e como enxergá-las / lidar com elas. E uma ideia interessante sobre aprender a reclamar (e a ouvir).

 

sem música! Você conhece os demais posts desta série clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *