Esse é rapidinho, mais curto que cobertor de anão!

Para ouvir

The Soul Sessions VOl.2 – Joss Stone. Babo por esta loira / ruiva / morena / delicia moça há tempos, muito por saber que tem gente da minha idade (um dia mais nova que o manolinho que lhes escreve) produzindo música interessante do que por ela ser lindona. Canta muito, mas muito mesmo, e só a Amy Whinehouse conseguiu criar à mesma sensação que ela me criou a primeira vez que ouvi: “pqp essa negona canta muito”. Só regravações, mas While You’re Out Looking For Sugar (original aqui) e Pillow Talk (original ) dão a medida de mais um álbum que vai “pegar” ano que vem, com todo mundo achando que são músicas novinhas da silva, mas têm a partir de 35 anos.

Para [re]ver

Forrest Gump. É um filme que parece me fazer muito mais sentido no mundo em que estamos hoje do que quando foi lançado. As pessoas têm ficado presas a muitas bobagens, usando seu tempo de maneira excessiva, e esquecem que nós, antes de um bom trabalho, de uma suposta estabilidade de vida, somos feitos de histórias. E é, no fim das contas, depois do nosso legado (nossas lições, nossos aprendizados), o que temos de melhor para contar desta vida.

Para ler / pensar, recomendo um pouco sobre qual é a sua medida de sucesso, e sobre quem realmente somos.

Para curtir: Brainstorm#9. E o resto? É só o resto :)

•)) sem música!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *