Parado em frente ao espelho, depois de anos vendo, eu enxerguei. Eu, enxerguei.

Que nunca mais olhei para seus olhos como deveria, e na ultima vez que o fiz, nada vi. Nada enxerguei. Que existe entre nós uma conveniência, mas não uma convivência. E que eu já havia terminado com você há muito, quem sabe antes mesmo de começar.

Nunca fui de saber expor meus sentimentos – nunca fui de saber muita coisa, bem dizer – e não está sendo diferente agora, aqui, assim, olhando para você, com essa cara de “não, isso é mentira”, não é mentira.

Não faz mais sentido estar ao seu lado, ocupando um espaço que pertence a alguém que efetivamente vai estar ao seu lado. Vai querer ver você no seu melhor, nem que isso signifique permanecer exatamente como você está. Que ame mais seus defeitos que suas virtudes, afinal é quando a gente consegue conviver com os defeitos de alguém é que estamos absolutamente aptos a admirar suas qualidades.

Eu sempre desejei que você fosse feliz, indiscutivelmente feliz. Lembro-me das inúmeras tardes enfiados em edredons (que guardam muitos segredos, convenhamos…) em que lhe disse que esta felicidade era condição, não estado. Eu não sou essa condição. Sou no máximo um estado sitiado, sitiado de nada. Não sou sua alegria, muito menos sua felicidade. Há uma vida muito maior para você viver, e você não faz ideia do quanto me dói escrever isso. Eu sempre vou desejar que você seja feliz, indiscutivelmente feliz.


Que seja olhando em outros olhos, dividindo outros lençóis, dizendo amor para outro par. Carrego você comigo, não sei se mereço. Marquei-me em você, e não preciso estar aqui, olhando sem ver nada, diante mais uma vez de algo em que eu não sei muita coisa, para tentar achar a certeza de que isso, você não merece.

Terminada a barba, fui lhe encontrar.

E se o título começa com aquele símbolo, no final tem música, que é a inspiração direta do texto.

[♫] ”u’ve lost control and you’re wanting me back, u may not believe me but I gave you all I had…” – Just a Feeling, Maroon 5.

2 thoughts on “(( ♫ )) nem dois minutos.

  1. Oi, tudo bom?

    Puts essa imagem desse olho ampliada em um milhão de vezes me deu medo, pareceia que tava me engolindo -q

    Enfim, as vezes também sou assim, são sei como expor meus sentimentos e depois me lasco todo :S

    Abraços.

    Tenha uma ótima semana.

    PS: eu ri com o nome do seu blog, muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *